O princípio de amar é dizer sim aos defeitos

Eu sempre me perguntei o que realmente significava o amor, não digo aqueles amores que são declamados por casais que se conheceram há um mês e já se dizem amar, presumo que o amor seja digno de uma explicação maior. Sabe, sempre ouvi e li que amor é ter uma escola de samba no coração, até que um dia eu entendi, que não, que amor é princípio, que amar não te causa arrepios diários ou felicidade instantânea, então nesse exato momento, ouso a dizer que amar é decisão, o princípio de amar é dizer sim aos defeitos, é saber de todas as falhas e mesmo assim decidir ficar.

Amar é decidir se entregar de corpo e alma para alguém que já não faz as borboletas se alvoroçarem, amar é decidir ficar mesmo que a paixão já tenha ido embora.

Se você procura fogo que arde sem se ver, ou uma ferida que dói e não se sente, então você procura paixão, porque o amor, a decisão de amar é entender que terão dias que o fogo simplesmente não vai arder, mas você se agasalhou e resolveu ficar mesmo no frio.

Amor é o que você decide sentir depois que a cortina do espetáculo fechou e você continuou aplaudindo, ele é simples e calmo, o resto é paixão, tesão, que também são necessários, mas amor, amor mesmo é acordar ao lado da mesma pessoa todos os dias simplesmente porque você decidiu dividir e doar sua vida para alguém que também decidiu o mesmo.

 

Quando nasceu, já era verso. 21 anos depois vem se fazendo poesia, se reescreve a cada dia. Ela se doa a cada linha que escreve. Apaixonada por paçoca e frapê de caramelo e por detalhes que a vida lhe proporciona. Cursa psicologia, sonha viver de literatura. Giovanna é poesia rabiscada e relida a cada dia.

Comments

comments

Talvez você goste de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *