Algumas pessoas são como âncoras

Elas te puxam para baixo e normalmente aparecem criticando algo, apontando algum defeito. Porém, nunca com uma solução. As vezes elogiam, mas aquele elogio irônico, sabe? Típico de quem não quer dar o braço a torcer, como se ferisse o ego fazer um elogio sincero. Acaba sendo difícil conviver com alguém assim. Você quer melhorar, busca uma evolução e a pessoa aperta teu pulso, te segura e diz: “Não. Tá bom assim. Vamos ficar aqui. Pra que mudar?”. É difícil crescer perto delas. Estão sempre em busca de uma desculpa qualquer, a fim de justificar o não feito, o atraso, a falta de compromisso, ou pior: a lealdade e a sinceridade.

A verdade é que âncoras não nascem no fundo do mar. Elas não estão sozinhas lá atoa. Alguém as pôs lá, e as vezes, esse alguém foi a vida. Pessoas assim, despejam frustrações pessoais através das fortes palavras que dizem e da energia negativa que costumam dissipar. Tudo isso, é fruto dessas frustrações e de inúmeros sonhos não vividos. Se você ama alguém assim, saiba que essa pessoa precisa de ajuda. Precisa de um abraço, precisa de atenção e precisa de um puxão de orelha também, antes que seja tarde.

Elas estão na tua casa, nos projetos da escola ou da faculdade. Estão no estágio, no trabalho ou na igreja, sempre insatisfeitas com algo, mas contribuindo minimamente pra concretizar aquilo. Costumam abrir a boca quando acham um defeito, mas não mexem as mãos para ajudar a solucionar aquilo. As vezes é um chefe ou gerente, que mais atrapalha do que ajuda. Apesar de não ser fácil conviver consigo mesmo sendo assim, a vida é uma só, e a evolução faz parte das necessidades básicas de boa parte de nós. Portanto, é importante tomar bastante cuidado com pessoas assim, antes de se tornar uma delas.

 

 

Estudante de Engenharia da Computação e escritor nas horas vagas. Apaixonado por sorrisos, astronomia, empreendedorismo e inovação. Adoro filmes, séries e outras milhares de coisas.

Comments

comments

Talvez você goste de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *