A vida através de uma outra perspectiva

Meu primeiro contato indireto com a morte foi através do meu pai. E que surpresa… a vida não é eterna, infinita ou controlada por nós. Na verdade não temos controle algum sobre a existência e principalmente, sobre a perda de quem amamos. Pode acontecer a qualquer hora, como aconteceu comigo… Uma simples ligação te informa o inevitável. Mas tenha calma!

Meu objetivo não é te assustar e sim relembrar de alguns clichés nos quais ouvimos desde crianças, mas que não fazem muito sentido, até acontecer. E depois que acontece, a vida passa a ter outro valor, passa a ser enxergada de forma diferente. Somos obrigados a amadurecer e perceber o óbvio:

O tempo voa e a vida é curta;
Nada é eterno;

A felicidade encontra-se nas coisas simples do dia a dia, tal como nos sorrisos e abraços de quem amamos;
Encontramos leveza e significado no por ou nascer do sol -acredite em mim, lá você encontrará tons de laranja que não verá em nenhum outro lugar e agradecerá cada segundo, simplesmente por ter o privilégio de presenciar tamanha beleza-;

Não devemos perder tempo com fofocas, brigas e mágoas. Óbvio que todos esses sentimentos são inerentes ao ser humano, mas cabe a nós darmos ou não importância para cada um deles;

Todos os dias são únicos por isso, aproveite para aprender, descobrir e desfrutar tudo o que puder;
Nenhum passado pode ser mudado, então desligue-se dele imediatamente e viva o presente;

E por fim, corra atrás dos seus sonhos. Afinal de contas, quem não quer contribuir positivamente, mesmo que de forma sutil para o mundo?

Todos esses conselhos não são fáceis de ser colocados em prática, mas precisamos tentar. Que tal começarmos desde agora? E não se esqueça de sempre se questionar: Vivemos para viver ou para sobreviver? E claro, prefira sempre a primeira opção.

Estudante de Direito, pseudo-escritora, Amante da Filosofia, música, praia e fotografia.

Comments

comments

Talvez você goste de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *