Quem alimenta saudade, uma hora deixa de fazer falta

Fico admirado com a facilidade que as crianças tem em demonstrar afeto, atendo-se a detalhes e dando importância a “besteiras”. Isso é fascinante, uma vez que, são essas “besteiras” que acabam marcando pro resto da vida.

Uma das maiores verdades da vida, é que ela é feita de escolhas. Não me refiro a escolher Burger King ao invés da Bob’s. É bem mais profundo. As escolhas moldam toda nossa vida e ao escolher algo, acabamos abstendo-nos das outras opções. E tudo isso gira em torno das nossas prioridades.

Escolher é sempre perder. Em muitos casos, nossa escolha deve basear-se no que estamos dispostos a abdicar tendo maturidade pra suportar as consequências.

Uma das coisas que aprendi assistindo “As vantagens de ser invisível”, é que aceitamos o amor que julgamos merecer. Será que só mereço isso? Será que eu mereço tudo isso? Nos cabe refletir a cerca dessas duas perguntas, tentando definir ou até, redefinir nossas prioridades.

“Love” é uma obra do escultor ucraniano Alexander Milov. Segundo ele, demonstra um conflito entre um homem e uma mulher e a expressão interna e externa da natureza humana. Seu interior é moldado por crianças transparentes, que detêm as mãos pelas grades.

Dê prioridade a quem não tem medo de voltar a ser criança quando está contigo. Conserve quem está presente na tua vida durante os momentos bons e ruins. Preserve quem é transparente contigo, sinta saudade e valoriza a tua presença. Priorize quem te dá prioridade. Aceite apenas o amor que mereces, e faça por merecer o amor que recebes.

Ao invés de esperar um grito de amor vindo de quem não tem amor pra te dar, valorize o “eu te amo” dito todos os dias em silêncio, nos detalhes, nas “besteiras”. Estime sinceridade e dedicação nas palavras de quem se importa contigo todos os dias, o dia todo.

Sobretudo, crie maturidade pra deixar ir, quem não faz falta na tua vida. Dê valor a saudade que tua ausência provoca e faça o possível pra matar logo ela. Quem alimenta saudade, uma hora deixa de fazer falta.

Estudante de Engenharia da Computação e escritor nas horas vagas. Apaixonado por sorrisos, astronomia, empreendedorismo e inovação. Adoro filmes, séries e outras milhares de coisas.

Comments

comments

Talvez você goste de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *