Você merece mais que uma vida barata

Ei, acabou!
Fim de papo, acabou o jogo.
Não há nada a perder aqui.

Você não está desistindo ou jogando uma chance fora, só está se libertando dessa pessoa que não te merece.
Desse emprego horrível que não te deixa feliz.
É isso mesmo!
Ele não gosta de você, você é péssima nesse trabalho que paga bem, mas que não te pertence e eu sinto muito por ter que te dizer isso, mas é a verdade.
Só quero que você seja feliz, só prezo pela sua dignidade.

Quando ele começou a te desrespeitar, ele deixou de te amar.
A partir do momento em que não atendeu mais suas ligações ou passou a demorar muito a responder suas mensagens, ele já não te amava mais.
Quando você se viu com má vontade de ir trabalhar, de encontrar as pessoas que estão ao seu redor, foi aí que você deveria ter metido o pé em tudo e ido embora, ao invés de suportar a humilhação que foi essa demissão.
E não ouse culpar o tempo ou Deus.
Agradeça!
Agradeça esse livramento que você recebeu e esse despacho de encruzilhada que voltou para o inferno.

Você é linda, inteligente e, tenho certeza, possui outras tantas qualidades, mas já que ele não consegue ver, é porque não te merece.
E você merece alguém que veja o melhor em você.
Que descubra lados bons você dos quais nem mesmo havia notado antes.
Que não apenas “suporte” seus defeitos, mas que ame todos eles que fazem de você uma pessoa tão singular, tão única.
Que queira enfrentar o mundo ao seu lado e te ajude a superar seus traumas de infância, de abuso de poder.
Que entenda quando você estiver triste e fique aí, bem ao seu lado, não se importando com isso.

Você é ótima em alguma coisa que goste, eu tenho certeza.
Vá e lembre-se o sonho que você possuía, transforme sua paixão, o que acreditava ser um hobbie, em profissão.
Ganhe sua vida com amor.

Pinte o seu cabelo, corte, raspe.
Use acessórios que não estão mais na moda.
Pegue a calça boca de sino do armário, aquela que você esqueceu lá com vergonha de usar.
Coloque aquele velho brinco de pena dos anos 2000.
Tatue os dedos.

Só não se contente, NUNCA, com menos do que você merece.
Não aceite um emprego ruim, não fique estagnada com metade de um amor, não tenha medo de se arriscar.
Vá atrás e busque o que você sonhou para sua vida quando menina.
Não deixe de acreditar naquele amor de filme, o seu amor para a vida inteira; não vá para o lado oposto de sua realização profissional; não ande pelo lado chato e seguro, não seja uma versão inferior de si mesma.

Não seja quem você não é, não viva para agradar os outros, eles não valem o esforço de uma vida falsa, uma vida que não é sua.
Se ame, sorria, dance músicas bregas, cante Evidências o mais alto que você puder.
Beba com os seus amigos homens, vista aquele vestido curto e decotado com tênis, apenas seja você, não tenha medo.

Não há beleza maior do que ser verdadeiro consigo mesma.
Quando a verdade inspira, a confiança exala por aí e atrai aqueles que conseguem te enxergar por completo.
“… o importante é ser você, mesmo que seja, estranho; seja você, mesmo que seja bizarro…”

Mineira que vive no Rio, escreve em vários blogs lindos, ama Friends e Taylor Swift e, apesar de ser advogada, se encontra mesmo é na escrita. Ama café, pôr do sol no inverno, gatos e odeia pagar boletos. Dona e proprietária do Vigor Frágil

Comments

comments

Talvez você goste de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *