Talvez eu não esteja pronta para um relacionamento

Querer estar em um relacionamento não é tudo que se precisa para estar em um. Há algum tempo eu venho pensando demais em ter um relacionamento, vivo me perguntando o porquê de ainda não ter encontrado a “the one”, a “pessoa certa”, a “alma gêmea” e ontem em uma dessas minhas indagações eu parei pra pensar e percebi que eu ainda não estou preparada para entrar de cabeça em um relacionamento, e por mais que eu queria ter um, eu não suportaria estar em um no momento. Digo isso depois de passar por vários momentos de “agora vai” e não ir.

Não ir porque eu coloquei empecilhos, coisas como não gostar do gosto musical, inventar uma dor de cabeça pra poder fugir de um encontro ao invés de dizer “hoje não tô afim, desculpa”. Empecilhos estes que não seriam problema algum se eu estivesse pronta pra me deixar transbordar, empecilhos que seriam complementos em um relacionamento. Foi quando entendi que ainda não estou pronta pra acrescentar na minha playlist as músicas sertanejas ou jazz que alguém pediu pra eu baixar, não estou pronta pra dividir a comida ou a conta com alguém que não seja um amigo.

Talvez todos esses pequenos empecilhos sejam porque não encontrei a pessoa certa ou talvez até tenha encontrado pois de acordo com uma pesquisa se você tem 16 anos ou mais, há uma chance de 60% de você já conhecer a pessoa com quem um dia você vai casar mas isso não significa que eu já esteja pronta pra entender e suportar um relacionamento.

Afinal estar com alguém é muito mais que dar as mãos, amar alguém é ser sincero quando você quer ficar sozinho um pouco, mas isso não diminui o que você sente e não te faz ficar incomodada a ponto de mentir pois a pessoa certa vai entender que você precisa de espaço as vezes, é confiar, é aceitar os defeitos do outro e aprender com eles, é saber dividir a comida, é dividir a vida e a playlist.

Amar alguém é estar bem o suficiente consigo mesmo pra então estar bem com a pessoa certa, por isso querer estar em um relacionamento não significa que nós estejamos prontos pra isso. Talvez hoje seja hora de parar de procurar loucamente por alguém e começar a se procurar nesses lugares que você anda se esquecendo enquanto busca outro alguém e quando você se achar a vida se encarrega de encontrar a “pessoa certa”.

Quando nasceu, já era verso. 21 anos depois vem se fazendo poesia, se reescreve a cada dia. Ela se doa a cada linha que escreve. Apaixonada por paçoca e frapê de caramelo e por detalhes que a vida lhe proporciona. Cursa psicologia, sonha viver de literatura. Giovanna é poesia rabiscada e relida a cada dia.

Comments

comments

Talvez você goste de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *