Se você soubesse como é bom ficar contigo

Tem pessoas que a gente não precisa ver pessoalmente para saber que, quando isso acontecer, será um desses caminhos sem volta, sabe? Você é dessas pessoas fadadas a entrar por acaso, mas que, sem acaso algum, vai ficar – e tudo bem. Eu quero mesmo que fique.

Queria te dizer que admiro a forma como você vê a vida. A energia que emana de você é dessas lindas, que dá vontade de levar para sempre. Sei lá, algumas energias são inexplicáveis e a tua energia bateu com a minha de uma forma linda. Você é tão… leve. Tão presente, tão sincero, tão alegre. É isso. Você transborda riso. Não tem quem não te perceba quando entras nos ambientes, não tem quem não te note. Eu te notei a noite inteira. Eu te observei a noite toda. E te achei admirável.


Teus olhos carregam um brilho bonito. Você tem sempre um sorriso estampado, um carinho no tom de voz e uma história para contar. Você não mede esforços, sabe? A impressão que tive é de que o mundo se abre para você passar e tudo fica mais gentil depois que você passa. É gostoso demais de participar. Do teu lado, as horas passam sem a gente ver. E se prolongam, numa contradição agridoce. É tudo tão intenso demais, que cada minuto é muito bem aproveitado. É tudo tão intenso demais que, quando acaba, parece que foi muito pouco.

Você deixa um gostinho de quero mais.

 

Engenheira, blogueira, escritora e romântica incorrigível. É geminiana, exagerada e curiosa. Sonha em abraçar o mundo e se espalhar por aí. Vive com a cabeça nas nuvens. É, definitivamente uma colecionadora de amores platônicos e saudades. Nasceu e cresceu no litoral catarinense, não nega a paixão pela praia, pelo sol (e pelo frio) e frutos do mar.

Comments

comments

Talvez você goste de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *