Você é mais forte do que imagina

Você, provavelmente, já se sentiu sozinho, mesmo estando rodeado de pessoas.
O nome disso é SOLIDÃO.
E se você tem esse sentimento algumas vezes, ele vai e volta, eu só quero que você saiba que você não está só.
Não mesmo.
Eu estou aqui, abrindo meu coração, para que você saiba que esse sentimento é muito comum.

Eu me sinto só, mesmo com meu telefone tocando, mensagens chegando. Me sinto vazia, triste e costumo pensar que não há ninguém que se importe comigo o suficiente, de verdade. E mesmo que eu saiba que existem pessoas que estarão lá por mim caso eu precise, frequentemente me sinto como se não houvesse ninguém para me ajudar, para me salvar de mim, porque, às vezes, é isso que eu preciso.
Esse sentimento vem junto com a vontade de me isolar do mundo, ficar no quarto sem conversar ou ter contato com quem quer que seja.

Quero que você entenda que solidão é diferente de estar sozinho.
Nem sempre eu estou só quando esse sentimento aparece. Já estive em uma sala de aula repleta de colegas e amigos, mas ela estava lá, me espreitando, entrando e agindo dentro de mim, mesmo em um ambiente lotado. Mesmo com o celular apitando uma mensagem de “como você está?”, minha mente, constantemente dizia que eu estava só, sem lugar para correr, sem ninguém comigo.

E se você pensa que a solidão vem sozinha, você está muito enganado!
Ela vem acompanhada de vários “amigos”: insegurança, medo, ansiedade, falta de esperança e aquele sentimento de eu não faço falta para ninguém. Ela também é bem incapacitante. É cruel, nos paralisa, tira a fome, a vontade de fazer qualquer coisa, até mesmo ver séries. A gente fica lá, só olhando para o teto, com lágrimas escorrendo pelos olhos, sem saber o que fazer da vida, quem somos, se valemos a pena.
É como se vivêssemos em uma grande redoma de vidro, onde estivéssemos chovendo com nossa dor, nossa solidão. O vidro como única companhia, devolvendo em forma de eco nossa tristeza que aumenta mais e mais.

Além da minha compreensão, eu te dou um conselho: levante, saiba a hora de parar com esse sofrimento.
É difícil? Nossa, demais!
Mas seja mais forte do que você imagina. Dê chance as pessoas, pois ninguém vive só nesse mundo. Pense que nada do que a sua mente está criando realmente está acontecendo e pode ser que nem aconteça.
E o mais importante: seja forte para quebrar o vidro, acabar com o eco e parar, aos poucos, com essa solidão.
Se você não conseguir se lembrar de motivos para ser forte, lembre-se que existem pessoas que dariam o mundo por você: sua família, seus pais, seu amigo mais próximo, seu namorado (a).

Você é mais forte do que imagina!

Mineira que vive no Rio, escreve em vários blogs lindos, ama Friends e Taylor Swift e, apesar de ser advogada, se encontra mesmo é na escrita. Ama café, pôr do sol no inverno, gatos e odeia pagar boletos. Dona e proprietária do Vigor Frágil

Comments

comments

Talvez você goste de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *