Tô desistindo de nós dois

Eu adiei este momento por muito tempo, meses até. A gente sempre procrastina o que a gente sabe que vai machucar e eu não tinha dúvidas da agonia que viveria quando desse o primeiro passo. Acertei, tá doendo até os ossos. Sim, fui eu que tomei a decisão e estou colocando tudo na mala, mas saiba que deixar você para trás está me partindo em mil pedaços. Nunca é fácil abandonar um sonho assim e você sempre foi o maior sonho da minha vida. Sempre foi meu objetivo, minha meta, minha linha de chegada.

Com você que achava que tinha encontrado o tesouro escondido. Você conquistou a garota que vivia dentro de mim e testemunhou a minha transformação. Me viu virar mulher de verdade. Foram dez anos… Duas mãos completas de amor. Amor, sim, não vou dizer o contrário apenas porque chegamos ao fim. Foi amor desde sempre, só não é mais. Não é. Hoje deixo tudo para trás, porque você escolheu assim, porque jogou o balde de água na nossa brasa e agora, molhado e com frio, preciso encontrar outro abrigo que me aqueça.

Estou desistindo porque você me fez acreditar que não existe mais lugar para mim dentro do seu peito. Não existe mais espaço para nós dois. Você não reservou nem um cantinho que seja para acomodar o amor que construí até aqui. Desisti de nós porque estou exausto. Cansei de ser a iniciativa quando você era só recusa. Cansei de ser ação, atitude e tentativa se você se resumiu a reclusão, esquiva e silêncio. Desisti porque é melhor pouparmos nossos corações de mais frustrações, não é mesmo? Cada “não” seu me atravessou feito bala e não quero mais sentir a ardência do projétil rasgar a pele.

Desisto antes de me perder e me afogar no vazio oceânico que você criou no meio desta sala. A gente sempre acha que vai ser forte e que se lutarmos de verdade, venceremos, mas isso não é verdade. Quando a batalha envolve duas pessoas a vitória não depende apenas dos nossos esforços. É preciso que o outro lute ao nosso lado para matarmos alguns dragões e eu não tenho mais acesso a ti. Você já estava escondida em alguma trincheira que eu não consegui encontrar.

Sabe qual foi a pior parte? Dizer que estava desistindo e não ouvir você me pedir para ficar. Você já havia desistindo de mim faz tempo, só não foi homem o suficiente para encarar meus olhos e dizer. Lutei por você, por nós e pelos filhos que não chegamos a ter. Agora a luta é comigo e a com a dor que me fará companhia e não mais com você, joguei a toalha. Logo você encontra outra, talvez até se case, ele pode até ser melhor que eu, mas nunca, jamais, saberá o que você foi comigo.  Essa versão foi só minha e estou desistindo dela. Tchau.

Atriz, escritora e paulistana. Acredita que o papel reflete mais do que o espelho. Apaixonada por livros, futebol, tequila, café e coca-cola. Buscando sempre o equilíbrio emocional e histórias inesquecíveis.

Comments

comments

Talvez você goste de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *