O meu coração sempre foi o seu lugar

Outra noite. Apenas mais uma – das muitas – em que eu passei acordada pensando se você também está acordado pensando em mim. E eu tento não pensar, tenho esperança de não ter esperança, mas meu coração – sempre tão bobo – sempre consegue me enganar. E então, sigo eu, em mais uma noite acordada pensando onde você está e se – algum dia – pretende voltar.

O mundo deu mil voltas e eu reescrevi minha história em cada uma das voltas na intenção de que – um dia – uma delas pudesse se realizar. Em todas você estava presente de mil formas diferentes, nas mil formas que imagino você aparecendo e pedindo para – dessa vez – ficar. Porque eu sei que apesar das dificuldades que passamos e de todos os empecilhos, nada é forte o suficiente para te manter longe quando sabemos que tudo o que você quer é fazer-se presente e tornar o nosso agora um lugar melhor, fazendo tudo se encaixar.

Eu entendo que fui eu quem compliquei e te afastei na confusão que foi conseguir entender que não era um problema te amar. Sempre fui um furacão sem rumo, que se acostumou com a bagunça do coração e não aceitou alguém para fazer morada de repente, inesperadamente, assim, como você fez ao chegar.

E eu vou criando um caminho, repleto de pétalas de rosas, do meu coração ao seu coração, para que quando sinta minha falta, possa segui-lo e encontrar o caminho certo para voltar. E me encontre – ainda te amando – e te esperando, exatamente no lugar onde fiquei quando disse que ia esperar. Porque mesmo longe, o meu coração sempre soube que em algum momento você iria entender os sinais que dei e que a única pessoa capaz de lidar com o furacão que é o meu coração, é você, que voltaria seguindo esse caminho, direto para o meu coração, pedindo para pra sempre ficar. Criando morada nele (meu coração), lugar que é – e sempre foi – o seu lugar.

Libriana de 21 anos que mora na Bahia e transforma em palavras tudo o que sente. Quer me conhecer melhor? Vem ler meu blog: O que sinto em palavras.

Comments

comments

Talvez você goste de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *