Estime-se

estima
substantivo feminino
  1. 1.
    sentimento de carinho ou de apreço em relação a alguém ou algo; afeição, afeto.
    “sua meiguice e bondade despertaram a e. de todos”
  2. 2.
    admiração e respeito que se sente por alguém, advindos do reconhecimento de seu valor moral, profissional etc.
    “goza da e. de todos os seus subalternos”

     

    Autoestima é vital. Não há saúde mental, alegria, ou vida sem autoestima. Que mal tem se amar um pouco? Ou muito? Que mal tem gostar do que se vê no espelho? 

    Tirar uma foto e amar, imprimir, colar na parede. Ser o seu próprio ídolo. Não há sensação melhor que sentir amor próprio. Não é soberba. Não é egocentrismo. Não é se sentir superior. É só não se sentir inferior.

    Eu tô cansada de ver reclamações bobas a cada esboço de amor próprio dado por alguém. É como se amar a si mesmo fosse crime hediondo.

    Autoestima não é crime.

    Tem gente que se acha linda, não o tempo todo, porque já chorou demais se achando feia. Acreditando num falso padrão de beleza dessa sociedade louca. Então, ela se acha. E vai continuar se achando. Porque de perdida já basta essa ideia louca de que autoestima é soberba.

    Na verdade, nunca vou entender porque a autoestima de alguém pode afetar tanto outras pessoas. E, que fique claro, digo autoestima e não egocentrismo ou superioridade. Apenas autoestima. O amar se olhar no espelho, o amar seus feitos, seus sonhos, suas virtudes. E até seus defeitos.

    O que mais vejo nessa vida maluca são situações em que, quando alguém, que sempre detestou seu reflexo, por algum motivo passa a se amar, criticas infundadas como: ué, não era você que se odiava ontem? Por que tanto amor próprio hoje?

    Isso não deveria ser bom? Acho que sim.

    A saúde mental deveria ser a principal preocupação de todo mundo, cara. Que sensação boa é gostar do corpo que sua alma habita. E, melhor ainda, é gostar da alma que habita teu corpo. Bom mesmo é amar. Tudo. Todos.

    Então, vai lá e se ama. Se ama porque a vida dura pouco, porque vão te criticar de qualquer forma e porque amor demais nunca foi ruim. Vai e se ama, se olha no espelho e se admira. Se olha por dentro e goste do que você vê. Se ame, e deixe que o amor aniquile o ódio alheio.

Taurina, viciada em Greys Anatomy e Taylor Swift, estudante de direito por obrigação e escritora por amor.
Dona do Palavras e Clichês

Comments

comments

Talvez você goste de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *