Não sei amar pela metade

Talvez eu deva lhe pedir desculpas antes mesmo de me apaixonar por você. Avisar que eu, infelizmente, não sei amar pela metade. Não sei amar devagarinho. Eu sou intensa, tudo ou nada, oito ou oito mil. Não sou amor que chega tímido, eu chego batendo as portas do seu coração mesmo. Não peço para entrar, só entro.
Eu não sei amar só de vez em quando, porque se eu amar você, vou amar todos os dias. Não aprendi a amar guardando metade do amor no peito. Eu vou beijar você como se você fosse oxigênio e eu estivesse com falta de ar. Vou amar mesmo quando você estiver mal humorado e cansado.

Vou amar mesmo que você esteja do outro lado do oceano.
Eu não sei amar pela metade porque eu sou inteira. Não quero um amor que me dê somente migalhas. Quero um amor que dê para viver e sentir. Colecionar memórias, risadas, abraços, amassos e deixar a roupa de cama toda embolada no chão mesmo.

Eu não quero amar uma parte de você. Eu quero amar todas as partes de você, principalmente aquelas que você mesmo não gosta. Conhecer cada milímetro do seu corpo e da sua mente. Saber que você tá comigo porque tá entregue.
Quero paixão que não pare de arder e amor que prometa não morrer.
Quero amar na briga, na hora da raiva, na hora do choro, na hora que eu prometer não voltar e no segundo seguinte, me enrolar no seu pescoço. Quero amar mesmo que brava, com ciúmes e querendo te matar. Quero fazer bico, cruzar os braços e ainda sim, rir quando você me olhar.
Eu tenho um medo danado de amar, mas é porque metade de mim é amor e a outra, nem se fala. Eu sou um amor do fio do cabelo até o dedo do pé. Eu completa demais para amar alguém que não vá me preencher.
Não sei amar pela metade, e se for para amar assim, nem quero. Então você pensa bem antes de me deixar apaixonada por você.

20 anos de muita história para contar, autora do blog DuzentasLinhas, residente do país das maravilhas e escritora nas horas vagas – nas outras também. Geminiana, sonhadora, avoada, estudante de psicologia, especialista em matérias impossíveis e completamente apaixonada por pessoas, flores e tudo que há de belo no mundo. Acredita em fadas, sereias e em um amor que cura todos os males. Você pode encontrar meus textos nos blogs mais lindinhos da internet
e-mail aberto para corações: duzentaslinhas@gmail.com

Comments

comments

Talvez você goste de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *