Um texto pra você deixar ir quem não faz questão de ficar

A gente, de vez em quando, faz tanto esforço pra alguém permanecer na nossa vida, né? Faz de tudo um pouco, se adapta à coisas inadaptáveis, nos tornamos uma pessoa que não somos somente pra ser uma versão que o outro gostaria que fossemos para ele não ir embora.

Mas deixa eu te falar, qualquer coisa, lugar ou pessoa que não te aceita do jeito que tu é, não merece sequer um pouco da tua atenção. E não é egoísmo nenhum. Egoísmo é tu se moldar pra se encaixar em algo que tu não vai ser feliz ou até vai, mas uma felicidade meio maquiada, afinal de contas, tu não vai estar sendo tu de verdade.

E como já tinha te falado aqui, algumas pessoas, vão tentar ou te fazer mudar ou fazer joguinhos do tipo “se tu não for desse jeito ou mudar tal coisa, eu vou embora”, e posso te falar uma coisa? Deixa ir. Deixa ir quem não faz questão de ficar. Deixa ir quem não te aceita do jeito que tu é. Deixa ir, e se vai. Se vai da pessoa, do sentimento, do momento. Se deixa ir. Se permita ir. Eu sei que dói, que parece que a gente abriu o peito com uma faca e tá socando o coração com as duas mão, mas deixa doer. Dói nesse momento, mas eu te juro que passa. E quando passar tu vai dar graças a Deus por aquela pessoa ter partido, ou ter, naquele momento, ter querido partir.

Tem vezes também que tá tudo lindo e maravilhoso e mesmo assim a pessoa que ir, ela não se sente tão bem, quanto antes, ao teu lado. E tá tudo bem também. Você não se torna um monstro por causa disso e nem o outro. Às vezes, o outro quer voar em outra direção, as vezes se cansou, as vezes ele não se acha suficiente naquele momento pra relação que vocês têm. E tá tudo bem. E quando eu digo que tá tudo bem, eu não quero ser irônico ou “good vibes uhu”, é só que ninguém é obrigado a viver ao lado da gente. A gente não manda no outro e ainda bem. Já pensou se fosse o contrário? Você está insatisfeito numa relação e ter que continuar por comodismo ou por que o outro tá te obrigando a ficar? Já imaginou a barra? O peso disso tudo? Então, por isso que digo que tá tudo bem, porquê eu me coloco no outro lugar. Tá certo que tem um babacas e embustes da vida, mas a gente não pode categorizar todo mundo nessas duas categorias só porque elas decidiram ir. Na nossa vida, tudo é impermanência, nem tudo dura pra sempre e ainda bem que tudo muda. Tá certo que de vez em quando dói, mas dói pra gente crescer, pra gente ficar mais resistente.

E ó, não se culpa, e não culpa o outro. Não precisa disso. Certas coisas tem que acontecer pra gente ficar mais esperto, pra mudar o foco, pra se perceber mais, para nos enxergarmos mais, se notar mais. Ninguém tem culpa. Nem o destino de ter colocado tal pessoa no teu caminho. Pense que poderia ter sido pior e agradeça por não ter sido. Agradeça por ter vivido tudo que viveu e aprenda com os baques, com os tropeços, com as idas, precoces ou não. Tudo é aprendizado e você é um eterno aluno na escola da vida.

Ninguém merece viver ao nosso lado por obrigação, por isso, deixa ir quem não tá te sendo mais recíproco. Deixa ir quem não tá fazendo mais questão de ficar. E fica. Fica por você. Você precisa de você. Você se merece. Você é a única pessoa que pode te amar da maneira mais especial desse mundo, não esquece disso.

E em relação a companhia, um dia, uma pessoa ainda vai te fazer enxergar que tu é uma pessoa do caralho e não vai te cobrar nada, vai apenas segurar tua mão, caminhar contigo e não pedir nada em troca, além de reciprocidade.

Eu espero que nesse momento, você se lembre desse texto e se lembre de tudo que te falei aqui. Tá bem?

 

De Recife, porém, do mundo. Libriano, meio aquariano. Ama o mar, amar e meditar. Apaixonado por suco de uva, sorrisos, meias coloridas e cheiros no cangote.
Adora finais, mas ama recomeços e voltas por cima. Escritor por vida e por decepções alheias. Tem um pé no chão e outro no budismo. Hey, finge que somos velhos amigos e vamos conversar um pouco.

Comments

comments

Talvez você goste de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *