Talvez um dia possamos ser protagonistas

Certa vez li que a poesia aprende-se sendo feliz. Mas só sabemos que sabemos quando somos infelizes. Estar com você é aprender poesia durante o dia e ter a certeza disso a noite. É escapar do cotidiano por um breve momento e retornar a ele num piscar de olhos. É a eterna espera de não mais esperar.

Dizem que é raro quando você encontra alguém com uma presença e eletricidade que combina com a sua instantaneamente. Mas com você me sinto assim. Talvez por conseguir ler tão bem os enigmas da minha vida. Talvez porque compartilhamos lembranças semelhantes, mesmo com vidas completamente separadas. Talvez por sermos apenas coadjuvantes dessa história. Talvez. Como é incômoda a indecisão do talvez.

Quem permitiu que chegasse assim, de repente, virando meu mundo de cabeça para baixo só por diversão? “Enjoy the moment”. “Feel free to feel”. Você e sua filosofia barata de liberdade absoluta – até a hora de chegar em casa.

Casa. O nosso mais certo talvez. Onde protagonizamos nossas histórias. Onde colocamos uma máscara para fugirmos de nós mesmos. Onde só nos resta esperar. Vai que a vida decide mudar de roteirista e de gênero de repente. Quem sabe podemos virar protagonistas. Talvez.

Amo escrever e por comunicação sou apaixonada.
Gaúcha de nascença e curitibana de coração.
Querendo fugir para enfim me encontrar.
Procurando uma palavra para tudo mudar.

Comments

comments

Talvez você goste de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *