Sexo sem compromisso

Sexo sem compromisso, prazer sem cobrança, gozar sem chorar….

A proposta é perfeita, a tática também, um direct, poucas palavras, pega o watts, comida preferida, série que mais gosta, nome dos pais, e em poucas palavras ambos já estão na cama, após o momento do paraíso chegar ao fim, o coração que até então bombeva sangue para as regiões de prazer agora desacelera, num compasso melancólico, um olha para o outro, e talvez pensem como seria se levassem isso pra frente, se ele a apresentasse aos pais, se ela o levasse no churrasco de família, talvez ele imagine o filhos com os olhos dela, e ela até veja ele carregando o filho para a escola, mas quando o olhar vai a intensificando, vem o medo!

Medo de sofrer, de se decepcionar, de se apegar e se machucar… Então seguem o mesmo escript, mas umas duas ou três noites de prazer, até um deixar de responder, até o contato ser apagado, até ser esquecido, até o próximo direct, de um desconhecido que vai ter o seu corpo, que vai gozar contigo, que vai até escutar seu coração batendo no meu peito, mas que será mais um personagem desse jogo de covardes, que trocam amor por prazer, carência por sexo e uma vida por momentos. Por medo…

Pois o medo de perder tira a vontade de amar.

 

Escritor, palestrante e psicólogo 💙

Comments

comments

Talvez você goste de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *