Você é o meu contato de emergência

Clique e ouça I Will Be There – Odessa ♥
A gente cresce ouvindo que um dia encontraremos o amor da nossa vida, a pessoa certa e então seremos felizes se tudo der certo para sempre. O que acontece é que por ouvir isso a vida toda, passamos a acreditar que só existe de fato um amor para a sua vida, uma única pessoa que vai te entender, te amar, segurar a barra com você e por isso passamos o tempo todo procurando por essa pessoa e esquecemos de perceber quantos amores incríveis a vida já nos deu.
Esse texto é para os amores da minha vida, mas não o amor que pretendo me casar um dia, não aquele que completará meu sobrenome e tomará café comigo aos domingos, os outros amores, aqueles à quem eu corro quando estou tendo um dia péssimo, aqueles com quem eu sinto uma felicidade imensa de compartilhar uma conquista minha e fico com o coração cheio quando ouço a alegria dele. 
Esses outros amores que não são aqueles que diziam que eu encontraria um dia, mas são tão importantes quanto. Que dividem a vida comigo da mesma maneira, que me conhecem pelo olhar, que entendem o que falo quando permaneço dias em silêncio, que ouvem meus áudios de vinte minutos sem reclamar, que me confiam seus segredos mais íntimos, que vibram pela minha felicidade. Esses amores que a vida me deu, por talvez saber que alguns outros me fariam quebrar a cara e eu precisaria de um ombro ou dois para repousar o coração cansado.
Então, esse texto é para você. Eu preciso agradecer a sua amizade, a sua confiança em mim, agradecer por poder te ligar de madrugada contando que está tudo péssimo ou te acordar às oito da manhã pra contar que passei naquele concurso, que comprei a passagem para a viagem dos meus sonhos. Agradecer por poder dividir os sonhos mais loucos e os medos mais bobos e também agradecer os puxões de orelha. Por saber que mesmo que nenhum outro amor dê certo ou mesmo que algum outro amor dê muito certo, você sempre estará ai e esse amor é para vida toda. Mesmo não sendo a alma gêmea que todos dizem, é a alma tão parecida com a minha que um dia me reconheceu na multidão, me deu a mão e quis seguir o caminho comigo. E só para você saber, você é meu contato de emergência, porque se algo der muito errado, é você a pessoa que eu preciso e quero que esteja lá comigo.
21 anos, garota do interior, puxa bem de leve o ‘R’ na hora de falar. Viciada em café recém passado, seriemaníaca de carteirinha, apaixonada pelo céu, pelo Sol, por cachorros e pelo Dan, é claro. E escreve também no “O mundo da Lari”.

Comments

comments

Talvez você goste de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *