Desculpe, mas eu não estou afim de me apaixonar

hugo ribas nao estou afim de me apaixonar

Desculpe, mas eu não estou afim de me apaixonar…

É que eu passei tempo demais em busca de amores que trouxessem um pouco de cor para o meu mundo. Só que quanto mais eu me envolvia, mais cinza se tornava a vida… E eu me perguntava: Por quê?! Não é o amor o único sentimento capaz de plantar felicidade lá no fundo da alma?!

A resposta é muito simples: Eu não estava apaixonado, eu estava carente.

Já reparou que o destino tem uma mania estranha de repetir padrões de relacionamento?! Pois é, quando percebi que as minhas relações aconteciam por excesso de carência e ausência de amor, eu decidi quebrar esse padrão de uma vez por todas. Eu já estava cansado de chorar pelos mesmos motivos, de me apegar às mesmas pessoas e de me iludir com as mesmas promessas.

Se o meu mundo precisa de cor, eu mesmo vou tratar de pintá-lo com as minhas cores prediletas. Todas elas escolhidas por mim. Se a carência insiste em se fazer presente, eu mesmo vou tratar de supri-la, compreendê-la e resolvê-la…

Mas como?!

Conhecendo-me cada vez mais. Lá fora existe um mundo inteiro à minha espera. Pessoas interessantes, experiências impressionantes, aventuras fascinantes… Eu não posso fechar os meus olhos para isso. A vida precisa de lembranças felizes e o meu foco agora é construir boas lembranças.

 

Este é um momento só meu e não estou afim de dividi-lo com ninguém, entende?! Estou descobrindo que a minha companhia é a mais importante de todas e não estou muito interessado em abrir espaço para outras pessoas…

 

Este é o momento de organizar a bagunça toda que fizeram dentro do meu peito. E quer saber?! Estou adorando reorganizar esses sentimentos que já foram tão confusos para mim. Estou descobrindo que sou muito mais do que pensava ser… É muito bom cuidar da decoração, deixar tudo limpo e livre, colocar cada dor e cada alegria no seu devido lugar.

Eu me deixei levar por palavras que me colocaram lá embaixo, sabe?! Eu acabei acreditando que eu não merecia ser feliz… E na real?! Isso só destrói a gente por dentro. Não permita que façam isso com você, ok?!

Eu passei tempo demais remoendo as dores causadas por pessoas que não tinham o mínimo respeito por mim.

Eu perdi tempo demais me apaixonando por quem me tratava como um simples parque de diversões.

Agora é a hora de ganhar tempo e de me proporcionar bons momentos. Estou fechado, admito, mas não é por medo, nem por proteção exagerada… Mas sim por sabedoria. Eu preciso da minha companhia, eu preciso estender a mão para mim mesmo, eu tenho que me ajudar a me levantar definitivamente.

Não estou afim de me entregar para ninguém.

Não estou nenhum pouco pronto para isso. Não conseguirei fazer ninguém feliz enquanto não souber me fazer feliz. Mas te garanto que estou aprendendo muito bem essa lição. Sinto orgulho de mim mesmo.

Não estou afim de me apaixonar, nem de me envolver com ninguém…

Existe apenas uma pessoa que é prioridade na minha vida: Eu.

Pisciano, escritor, leitor e também uma metamorfose ambulante. Adora se perder em sentimentos escritos e nem sempre consegue se encontrar em suas próprias palavras. Personagens, narrador e escritor se fundem no que ele escreve. Conheça o blog: www.hugoribas.com.br

Comments

comments

Talvez você goste de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *