Nem comece lendo o texto pensando que você sabe o que vai encontrar, porque vai por mim, meu querido, você não sabe. A maioria das pessoas acham que saber quem eu sou é só ver a minha data de aniversário e ler uns dois textos do bidu da internet sobre o meu signo, mas não é bem assim que funciona não, viu? As coisas por aqui são muito mais complexas e completas do que isso.

Sou organizada? Ô se sou! Mas isso não significa que deixo de viver porque estou organizando meus livros, que não aproveito a vida para estar arrumando meu guarda-roupa por ordem de cor, ou o que mais que achem. O fato de eu não ser desesperada para ficar com qualquer pessoa não significa que eu não tenho sentimentos ou que eu nunca vou me apaixonar, tá entendendo?

Ah, e fique sabendo: quer partir para conquista? Pode vir, mas não pense que fazer joguinhos ou me apressar vai me conquistar, porque isso não funciona. Se me pressionar eu sumo, se afrouxar demais eu não fico.

Tô sempre pensando em fazer alguma coisa, planejando em silêncio ou revendo minhas escolhas, eu sei que não posso querer que as coisas sempre saiam como eu planejei, porque a vida não é assim e blá, blá, blá, eu conheço essa ladainha, mas é que como eu não posso organizar meus sentimentos e meus pensamentos, eu organizo as coisas a minha volta.

Tenho essa visão meio desfocada das coisas, e por mais que pareça que eu não esteja vendo, eu estou ouvindo tudo, por isso eu tenho constantes dores de cabeça por pensar demais em tudo, mas eu posso ter dois mil e trezentos problemas que se um amigo me vier pedir ajuda eu estarei ali para ajudar no que eu puder.

Eu nem sempre sei o que eu quero, assim como a maioria das pessoas, mas eu sou decidida, eu tento, eu insisto, mas quando eu resolvo não tentar mais não existe nada que me faça mudar de ideia.

Não é porque eu não tiro o meu sorriso do rosto que isso significa que eu seja do tipo que fico com graça ou dando risadinha para qualquer pessoa, eu sou simpática, mas só com quem eu quiser.

Quero do meu lado alguém que se permita e me permita, porque eu sou de extremos, ou eu gosto ou odeio, ou quero ou não quero nunca, ou frio de congelar os pés ou calor de tirar a roupa, entende? Então, sabe aquela frase que diz algo como “ame ou deixe-o”? Ela se aplica bastante a mim, sou de virgem, e é simples: ou você me ama, ou me deixa.

Não gosta de dizer sua idade, porque acha que é meio perdida no tempo, queria morar no passado, mas é louca pelas coisas que a tecnologia pode proporcionar a vida do ser humano. Estuda na escola da vida, aprendeu da melhor forma sobre os sentimentos e escreve sobre todos eles. Escreve sobre o que sente, sobre o que gostaria de sentir e sobre o que você sente. Ou pelo menos tenta escrever. É escritora e fotógrafa. É meio engenheira e meio psicóloga, ela é meio sereia e meio pirata as vezes também, mas de uma coisa é certo, ela é total poesia.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *