Carta aberta aos reis de lugar nenhum

Leia ouvindo Lake Michigan – Rogue Wave Ontem, de madrugada, enquanto inocentemente meus dedos corriam pela tela do celular, tive uma das maiores percepções da minha vida: a de que eu não estou mais disposta a aceitar migalhas. Sei que essa é uma conclusão que deveria ser óbvia, mas, na prática, todos nós sabemos que não é bem assim. […]

Continue Reading

telEMPATIA?

telEMPATIA? Por trás da tela, sorrisos e abraços efêmeros, para registro De olho nela, curtidas e comentários expostos, para registro Ainda dá pra viver sem mostrar que se vive? Torna-se repetitivo sempre falar isso. Eu só queria saber se ainda há pessoas por aqui… Que se alegram com simples gestos ou se emocionam com textos, […]

Continue Reading

Não brinques com os sentimentos dos outros

Parece que as molduras ainda nos fazem reféns de algumas boas fotografias que não tiramos. Nossa fragilidade é tanta que acaba por cegar o verdadeiro ímpeto que habita nossos gélidos corações profissionais, os quentes amadores de outrora. Já conformados com a imperatividade das regras que não lhes cabem e foram impostas mesmo assim. Torturamos e somos […]

Continue Reading